Notas ao café…

A reforma do século

Posted in notas ao café by JN on Junho 18, 2009

paresh_18062009_1
Paresh Nath, «The Khaleej Times»

O presidente Obama anunciou os detalhes da maior reforma financeira desde os anos 30 com a qual pretende restaurar a confiança no sistema financeiro dos EUA e prevenir uma nova crise com a actual, que ele atribuiu a uma «cultura de irresponsabilidade» que tomou conta de Wall Street e Washington. O presidente culpou a actual crise à falta de estruturas adequadas para prevenir os «abusos e os excessos». É a «Reforma Reguladora para as Finanças do Século XXI» — foi assim que o presidente  Obama baptizou o seu plano.

O plano dá competências adicionais à Reserva Federal para a supervisão do sistema financeiro e criará uma nova agência para a protecção dos consumidores que vai controlar os produtos financeiros destinados ao consumo, como os empréstimos ou os cartões de crédito. Os bancos passam a ter novas obrigações, como ter maiores reservas de capitais.

Robert Reich escreve sobre três reformas que ele considera essenciais:

As the White House unveils its long-awaited proposals to prevent another Wall Street meltdown in the future, keep a lookout for three essentials. Without them the Street will revert to its old ways as soon as the coast clears. In fact, now that the government has bailed out the Street, the biggest banks will take even larger and more irresponsible risks because they’re officially too big to fail. So these three reforms are critical. […]

kountouris_18062009_1
Michael Kountouris, «Politicalcartoons.com»

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Sérgio Nunes said, on Junho 18, 2009 at 12:20 pm

    Percebo pouco de economia. Percebo menos ainda menos de economia Americana.
    Mas, depois de ler as reformas de Mr. Reich, fico com a ideia que são tão óbvias que não temos que perceber muito de economia. Temos apenas que estar informados, como Mr. Reich parece estar…
    O que se passa nos EUA (e um pouco por todo o Mundo) soa muito a perverso! Ora, porque raio é que um gestor de fundos públicos deve receber orientação financeira de bancos privados? Isto é tão perverso como ter o Benfica a escolher os jogadores do Sporting e vice-versa.
    Como foi dito, e muito bem, na caixa de comentários do post referido, Mr. Reich peca por não referir que deve (!) ser feita uma perseguição judicial exaustiva aos banqueiros e gestores privados/públicos que foram/são os autores desta fraude.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: