Notas ao café…

Medvedev vs álcool

Posted in notas ao café by JN on Outubro 7, 2009

ares_07102009_2
Ares, «Cagle Cartoons»

O combate ao alcoolismo nunca foi um assunto fácil na Rússia (se é que o é em qualquer país). Os russos bebem cerca de 19 litros de etanol puro por ano, o dobro do que é considerado perigoso pela Organização Mundial de Saúde. Em média, 30 mil pessoas morrem todos os anos devido a problemas causados pelo consumo de álcool na Rússia e metade das mortes entre os 15 e os 54 anos, entre 1991 e 2001 são atribuídas ao álcool. Para a História ficou inclusive um Presidente, Boris Yeltsin, que chegou a ser encontrado pelos Serviços Secretos, na Casa Branca, embriagado e em roupa interior a tentar chamar um táxi para ir buscar uma pizza.

O actual Presidente, Dmitry Medvedev, pretende mudar este cenário. O Sr. Medvedev, que sempre foi um entusiasta da política contra o álcool do antigo Presidente Mikhail Gorbachev, começou por proibir anúncios públicos à cerveja como a sua primeira medida. Um projecto de lei foi apresentado que triplicará o imposto sobre o álcool até 2012. Pretende ainda banir o álcool de aeroportos e nenhuma bebida alcoólica com um teor em álccol superior a 15 por cento poderá ser vendida em locais públicos.

Dmitry Medvedev avança com o seu plano com alguma cautela e suspeição por parte dos russos. Não terá um tarefa fácil como se percebe pelas palavras de um trabalhador russo ao Los Angels Times: “Um russo beberá sempre. Os russos nunca se rendem.”

ares_07102009_1
Ares, «Cagle Cartoons»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: