Notas ao café…

A corrida para Presidente da UE

Posted in notas ao café by JN on Outubro 20, 2009

paresh_20102009_2
Paresh Nath, «The Khaleej Times»

Com o Tratado de Lisboa a ser finalmente (quase) desbloqueado, já se pensa no depois. A Der Spiegel refere um facto no qual Henry Kissinger, então Secretário de Estado do Presidente Nixon, se queixava que quando queria telefonar para a Europa não sabia para que número telefonar. Segundo a Spiegel, a Europa vai finalmente ter o seu número de telefone e realizar ao mesmo tempo um sonho de Angela Merkel: um número de telefone e alguém que atenda esse mesmo telefone. O que a Chanceler alemã ou outro líder europeu não sabem ainda, é quem vai atender o telefone; será o Presidente da UE ou o Ministro dos Negócios Estrangeiros da mesma? Há que referir que o papel de cada um ainda não está definido. Seja como for, para candidato a Presidente e favorito da Sra. Merkel e de Nicolas Sarkozy, está para já o antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair, uma candidatura que não cria grandes consensos numa eleição que não será simples:

[…] Polenz would prefer to see a president who “takes more of a backseat role” — a kind of managing director, if you like. He says that the prime minister of a small EU country would fit the bill, for example, Luxembourg’s Jean-Claude Juncker. The Germans could also conceive of someone like Belgian Prime Minister Guy Verhofstadt taking the job. However, as a liberal, Verhofstadt doesn’t stand a chance. By contrast, Dutch Prime Minister Peter Balkenende could be another hopeful for the position.

British newspapers have tipped former Prime Minister Tony Blair as a favorite. But, despite support from French President Nicolas Sarkozy and Italian Prime Minister Silvio Berlusconi, Blair really only has a slim chance. Blair would steal the show from the foreign minister and marginalize the heads of government of Europe’s smaller nations. The distribution of power within the EU could shift fundamentally. And nobody really wants that.

The EU rules of proportionality also work against Blair getting the job. Since Commission President José Manuel Barroso is a conservative, one of the two new jobs must go to a social democrat. However, right across Europe, social democrats agree that they don’t want to be represented by a “Bush-ist and an Iraq warmonger,” as German Foreign Minister Frank-Walter Steinmeier has reportedly described Blair.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: