Notas ao café…

Filipinas e a violência

Posted in notas ao café by JN on Novembro 25, 2009


Jason Fulford, «The New York Times»

O governo das Filipinas declarou o estado de emergência no sul do país depois de 46 pessoas terem sido mortas. Cerca de 50 advogados, jornalistas e parentes de Esmael Mangudadatu, candidato a governador da província de Maguindanao, foram raptados quando se preparavam para entregar os documentos necessários para oficializar a candidatura de Mangudadatu. Este já teria sido avisado que seria atacado se tentasse entregar os papéis pessoalmente e a comitiva era constituída principalmente por mulheres, na esperança que isso reduziria a possibilidade de um ataque.

A região de Mindinao, da qual Magindanao faz parte, é praticamente controlada por rebeldes islâmicos e o governo central não tem grande controlo sobre a região. A violência por motivos políticos é comum. No entanto, este massacre chocou o país e o governo foi obrigado a enviar o exército para evitar o escalar da violência. Os apoiantes de Esmael Mangudadatu culpam um clã rival pelo ataque.

Um grande número de jornalistas fazia parte da comitiva; a associação Repórteres Sem Fronteiras já emitiu um comunicado no qual se refere que nunca na história do jornalismo os media perderam tantas vidas num só dia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: