Notas ao café…

Uivo de Liberdade

Posted in livros ao café by JN on Novembro 27, 2009

“O céu estava limpo e o ar, pela sua própria leveza, instalava uma sensação de paz e bem estar na alcateia. Um pequeno pássaro cantava, invisível, num arbusto. Algures, no cimo de uma árvore, um esquilo-vermelho tagarelava. Um renque de faias farfalhava as suas folhas em forma de coração e, acima, soavam os suspiros mais ásperos dos pinheiros.
Siverfeet rolou sobre o peito e bocejou. Sorria. E de súbito, ali deitado, apontou a cabeça para o céu e deu largas à sua satisfação numa série de uivos musicais. Imediatamente todos os lobos se lhe juntaram, alguns sentando-se, outros erguendo-se. As sua vozes elevavam-se e baixavam num concerto espontâneo, incitado por uma alegria eufórica.
A agradável melodia pairou sobre a floresta e desvaneceu-se. Siverfeet bocejou de novo e rolou sobre o flanco, pousando a cabeça numa das grandes patas.
Em tempos, anos antes, uivara a sua angústia. Hoje, uivava a sua liberdade.”

R. D. Lawrence, in «Uivo de Liberdade»


Dave Granlund

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: