Notas ao café…

O 1º dia da “nova” UE

Posted in notas ao café by JN on Dezembro 2, 2009


Riber Hansson, «Svenska Dagbladet»

Demorou cerca de uma década todo o processo que levou ao Tratado de Lisboa. Concorde-se ou não, entrou em vigor ontem numa festa em Lisboa, onde esteve presente o novo Presidente da UE, Herman Van Rompuy. Andreu Missé, no El País, escreve que se deu mais um passo no projecto federal europeu. Na Spiegel online, o Presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Buzek, escreve que uma nova era da democracia europeia começou:

[…] Our European Union, of almost 500 million people, will have an improved system of democratic accountability. Any legislation will be subject to the prior scrutiny of national parliaments and then the double approval of the Council of Ministers, composed of ministers accountable to those very same national parliaments, and the European Parliament. All of whom are directly elected by citizens to represent them at the European level.

This is a level of scrutiny that exists in no other international structure. It is scrutiny that should make the EU more transparent and accountable to Europe’s citizens. […]

The Lisbon Treaty is not an end in itself, nor is it perfect. It is an improved set of rules to develop EU policy. Twenty years after the beginnings of the democratic changes in Central and Eastern Europe, and as the first President of the European Parliament from this part of our continent, I am proud to say that we now have a set of democratic and efficient rules capable of providing answers for 500 million people in 27 (possibly soon to be 28 or 29) member states.

Na Foreign Policy, Cameron Abadi escreve sobre as duas novas figuras proeminentes, e quase desconhecidas, da nova UE, Herman Van Rompuy e Catherine Ashton. Para Abadi qualquer falha que eles possam ter — e os media não pouparam críticas à falta de ambição na escolha destes dois nomes — não são insuperáveis e escreve que o Sr. Van Rompuy e Lady Ashton têm um estilo semelhante a alguém que superou todos os líderes europeus e aos poucos tornou-se o verdadeiro líder da Europa, a Chanceler alemã Angela Merkel.


Paresh Nath, «The Khaleej Times»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: