Notas ao café…

A década de “Avatar”

Posted in notas ao café by JN on Janeiro 6, 2010


Foto: Site oficial de “Avatar” no Flickr.

No GlobalPost, Susan E. Reed escreve que esta foi uma década em que o poder mudou dos habituais centros de decisão, políticos e/ou financeiros, para estar agora no mundo criativo, nos cientistas e nas massas. A transformação ocorre no momento no Irão onde o levantamento popular — organizado e multiplicado graças à tecnologia móvel — esforça para ser ouvido por um regime e, talvez, o derrubar. Aconteceu em 2008 durante a campanha para a Casa Branca na qual Barack Obama utilizou a Internet e as redes sociais como nunca antes para uma campanha organizada ela própria como uma imensa rede social. E, segundo Susan E. Reed, nada ilustra melhor esta mudança, e de uma forma poderosa, do que “Avatar” de James Cameron.

“Avatar” retrata um complexo “empresarial” com o seu próprio “exército” que tenta explorar os recursos naturais de um planta longínquo. Para Susan E. Reed, o filme repetiria aqui a narrativa do evento que mais perturbou o mundo estes anos e com o qual praticamente se abriu a década: a decisão da administração Bush em invadir o Iraque e do trabalho que foi confiado amiúde a corporações como a Blackwater e a Halliburton. E na História dos EUA — e não apenas dos EUA, diga-se — mais uma vez s repete a narrativa da sociedade poderosa e tecnológica contra outra, menos poderosa. Escreve Susan E. Reed:

[…] It is Cameron’s exploration of the American rebel that revives our hope. In the movie, a pilot commanding a helicopter gunship refuses to fire on the Na’vis. The scientists turn against the corporate mercenaries. Even Jake Sully, who was once a plunderer himself, changes course. Sully becomes an outsider and uses his new medium to prevail on behalf of the environment.

In this way, he’s like Al Gore, a political insider who became an outsider in order to warn against global warming. President Bush, a former oil-company executive, tried to satisfy America’s addiction to oil at any cost. But Gore, who lost easy access to colossal media once he lost the White House, changed venues. He transformed his argument from the sound bites presented on network and cable news, into a full-blown documentary shown in theaters throughout the country. Now, his vision that America must break its addiction to oil in order to save itself from the corrosive effects of carbon fuels has come to prevail in the new century. […]

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. A era hype « Notas ao café… said, on Janeiro 16, 2010 at 4:10 am

    […] E. Reed escreveu “The Avatar Decade”; Ángel Luis Lara no La Jornada decide pegar no mesmo tema e em […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: