Notas ao café…

Lost in Translation

Posted in notas ao café by JN on Abril 28, 2010


Genady Chegadayev (Rússia)

O jornalista belga Jeroen van der Kris, na Der Spiegel, escreve que os francófonos e os flamengos belgas vivem em “universos paralelos”. O paralelismo provocou, pela quinta vez em três anos, a queda do governo belga. Esta foi motivada pela decisão dos liberais flamengos do Open VLD de abandonar a coligação governamental e a Bélgica tornou a mergulhar numa nova crise política, a pouco mais de dois meses de o país assumir a presidência rotativa da União Europeia, a 1 de Julho.

Flamengos e francófonos combatem pelo regime linguístico que deve existir nas povoações da periferia de Bruxelas, que pertencem territorialmente à Flandres, onde a única língua oficial é o holandês, mas nas quais vive uma minoria francófona de mais de 100 mil pessoas. Até agora, os francófonos de Halle e Vilvoorde puderam, como os que vivem em Bruxelas (bilingue), votar por listas francófonas e relacionar-se com a justiça em francês. Todos os partidos flamengos pedem o fim desta excepção e querem uma decisão do tribunal constitucional que reconheça o carácter anómalo do distrito eleitoral de Bruxelas-Halle-Vilvoorde.

Como se escreve van der Kris, o nacionalismo falou mais alto:

[…] In Belgium, where a delicate linguistic balance of power has been maintained between the Dutch-speaking Flemish and the French-speaking Walloon populations, this kind of behavior causes a stir. While Flemish spectators failed to be impressed by the nationalists’ display, French-speaking journalists were shocked. The incident led the French-speaking public television network’s evening newscast, which called it “unprecedented in the history of our nation.”

French and Dutch-speaking Belgians live in parallel universes. In recent weeks, Alexander De Croo, the young leader of the Flemish liberals, the Open VLD party, had repeatedly stated that he wanted a solution to the problems in the controversial Brussel-Halle-Vilvoorde electoral district by Thursday, or his party would resign from the national coalition government. French-speaking politicians were nonetheless flabbergasted when his party actually pulled the plug when the deadline wasn’t met. Only then did they realize that De Croo had meant what he said.

Politicians who know each other can weigh each other’s words. But in Belgium, Flemish and French-speaking politicians seem to have lost touch. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: