Notas ao café…

Khadafi e a Suíça

Posted in notas ao café by JN on Maio 4, 2010


Rainer Hachfeld, «Neues Deutschland»

O líder da Líbia, Muammar al-Khadafi, continua a não perdoar à Suíça ter detido o seu filho Hannibal em 2008, após este ter agredido dois dos seus empregados num hotel em Genebra. Agora o Coronel Khadafi tem mais um motivo para a sua ira contra este país, a proibição dos minaretes. O líder líbio que declarou uma guerra santa contra a a Suíça, numa entrevista à Der Spiegel afirma que a Suíça devia ser dissolvida, que este país “mafioso” é culpado de assassínios em massa devido à legalização do suicídio assistido por razões médicas; para o Coronel os centro onde é praticado são “campos de morte” secretos:

Gadhafi: Money is laundered on a grand scale in Switzerland. Anyone who robs a bank later invests the money in Switzerland. Anyone who evades taxes goes to Switzerland. Anyone who wants to deposit money in secret accounts goes to Switzerland. And a large number of owners of such secret accounts have died under mysterious circumstances.

SPIEGEL: Excuse me?

Gadhafi: Yes, Switzerland is behind it all.

SPIEGEL: Don’t Libyans also have secret accounts in Switzerland?

Gadhafi: Yes, there are also Libyans who have such accounts, and many of them have also died in unexplained ways. All around the world, the families of these people are going to sue Switzerland. And one more thing: Switzerland is the only country that allows euthanasia. Why does only Switzerland do that?

SPIEGEL: Medical euthanasia is also legal in the Netherlands. And, it cannot go unmentioned that Libya has previously had citizens killed abroad who were said to be disloyal.

Gadhafi: But we are talking now about Switzerland. It is possible that among the Libyans who you are asking about — and who died abroad — there were also some who died because they had secret accounts in Switzerland.

SPIEGEL: And you are seriously maintaining that Switzerland as a state ordered the killing of these people?

Gadhafi: The investigations will show this. And this brings me back once again to the phenomenon of assisted suicide. A large number of people have been deliberately eliminated under this pretext. Switzerland maintains that these individuals expressed the desire to take their lives. But in reality it was done to get at their money. More than 7,000 people have died like this. I am thus calling for Switzerland to be dissolved as a state. The French part should go to France, the Italian part to Italy and the German part to Germany. […]

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Pepe said, on Fevereiro 23, 2011 at 7:43 am

    Nunca tinha visto por esse ângulo, mas é verdade que a Suíça sempre esteve envolvida com falcatruas, desde lavagem de dinheiro de famosos corruptos brasileiros até comportamento suspeito durante as grandes guerras na Europa, passando pelo acolhimento de grandes corporações financeiras, pela vigência de um sistema político no mínimo controverso e, notavelmente, proteção à maçonaria.

    Fala sério, o Khadaffi é maluco de pedra, mas a Suíça já deu mais do que tinha que dar! Depois de séculos, aquilo lá nem conseguiu desenvolver uma nação com coesão étnica e social!
    País multicultural de identidade duvidosa e origem mitológica (Guilherme Tell), tem mais é que ser desmembrada mesmo!

    O doido do Khadaffi só não explicou o que fazer da parte Helvética da Suíça..


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: