Notas ao café…

A democracia no México

Posted in notas ao café by JN on Julho 1, 2010


Angel Boligan, «El Universal»

A 4 de Julho, os mexicanos vão escolher os governadores em 12 dos 31 estados. As eleições ocorrem quase uma década depois de umas eleições que acabaram com 71 anos de  um governo de partido único. Mas ao invés de mostrar o sucesso de uma democracia multipartidária, as campanha revelaram os seus perigos: as campanhas foram assoladas por prisão de candidatos devido a acusações de extorsão, compra de votos e uma sucessão de ataques violentos. O mais recente acto de violência foi o assassinato de um candidato a governador, Rodolfo Torre, por um grupo associado a um cartel de droga e alguns políticos já pediram que metade das eleições sejam suspensas. Segundo a Time, a violência associada ao tráfico de droga ameaça a própria democracia no México:

[…] “This is extremely worrying,” says political scientist Maria Eugenia Valdes. “If there is fear and violence, there is no freedom. And if there is no freedom, we cannot have fair elections.”

A key problem is that many of the polls are in the states hardest hit by the relentless drug war, including Chihuahua, home to Ciudad Juárez, which has a reputation for being one of the most dangerous cities in the world, and Sinaloa, the cradle of Mexican organized crime. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: