Notas ao café…

Netanyahu e os colonatos

Posted in notas ao café by JN on Julho 7, 2010

O Presidente Obama afirmou que os EUA gostariam de ver as negociações directas entre israelitas e palestinianos serem retomadas antes de Setembro, altura em que chega ao fim o período definido pelo governo Benjamin Netanyahu do congelamento parcial na expansão dos colonatos israelitas na Cisjordânia. O fim da expansão dos colonatos é um dos pontos considerados cruciais para a Autoridade Palestiniana retomar as negociações directas com Israel, paradas desde Dezembro de 2008, quando os Israel lançou uma ofensiva militar contra a Faixa de Gaza.

Embora pressionado pela ala mais conservadora do seu governo para não aceder aos pedidos da Casa Branca quanto aos colonatos, o Presidente americano, depois de uma reunião como o primeiro-ministro israelita, disse que este estava disposto a correr riscos pela paz na região e que estaria preparado para iniciar conversações com com a Autoridade Palestiniana.

Com relação à última visita do Sr. Netanyahu aos EUA, em Março, tudo agora parece diferente. Na altura, a visita do primeiro-ministro israelita ocorreu num momento de tensão nas relações bilaterais provocado pelo anúncio de novas construções israelitas em Jerusalém Oriental, feito durante uma viagem do vice-presidente americano, Joe Biden, a Israel. Nesta terça-feira, entre sorrisos e apertos de mão diante das câmaras, O Presidente Obama e o Sr. Netanyahu pareciam determinados a demonstrar que as relações estão normalizadas. Ao ser questionado sobre o assunto, o presidente americano negou qualquer atrito na relação com Israel e que sempre confiou no primeiro-ministro Netanyahu. Segundo o Presidente Obama, os laços entre os dois países são inquestionáveis.

Barack Obama está convencido que a vontade de conversações do governo israelita é séria, mas Benjamin Netanyahu avisou que cabe muito à parte palestiniana colaborar nesta vontade de conversações. O Sr. Netanyahu não deixou de alertar que a Autoridade Palestiniana tem de preparar o povo para a paz, porque esta é uma oportunidade única que não deve ser desperdiçada.


Tjeerd Royaards (Holanda)

Barbara Slavin escreve que a visita de Benjamin Netanyahu estava destinada ao sucesso e que os dois líderes resolveriam as suas diferenças para o grande público; os problemas irão surgir em Setembro, quando prazo de congelamento de novas construções terminar. Os colonatos continuarão a ser um dos grandes entraves na relação entre os EUA e Israel.

E se os colonatos são um ponto de divergência entre estes dois países, em Israel Benjamin Netanyahu é alvo das maiores críticas por parte dos colonos:

[…] The opening gun came at the weekend. The Yesha Council, the principal voice of the settlement movement, took out large ads in Israeli newspapers, showing a wan, bloated Netanyahu, and warning him against bowing to possible U.S. pressure to extend the settlement freeze he promised would end in September. The cost, the ads hinted (“We voted for you because you gave us your word”), could be his job.

The right’s more radical quarters were more explicit. According to Army Radio, right-wing activists plan to put up large numbers of posters reading “Netanyahu is Bad for the Jews,” as part of a campaign to thaw the freeze by setting up new, unauthorized settlement outposts. […]


Emad Hajjaj, «Al-Ghad Newspaper»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: