Notas ao café…

Khadafi, ser alvo ou não…

Posted in notas ao café by JN on Março 22, 2011


Emad Hajjaj

Segundo várias fontes um ataque aéreo destruiu um dos edifícios de Muammar Khadafi em Tripoli. Responsáveis líbios afirmam que 64 pessoas morreram nos ataques aéreos durante este fim-de-semana, números que não podem ser confirmados. Amr Moussa, o secretário-geral da Liga Árabe, que apoiou a a imposição de uma zona de exclusão aérea, criticou a violência dos ataques aéreos por parte da coligação internacional afirmando que a Liga Árabe apenas deseja a proteção dos civis.

Apesar dos ataques, as forças leais a Muammar Khadafi continuam em força na cidade de Ajdabiyah, perto do quartel-general dos rebeldes, na cidade de Benghazi.

Segundo o El País, a descoordenação na força internacional é um dos principais obstáculos ao sucesso da sua missão e, em especial, o que fazer com o ainda líder líbio, o Coronel Muammar Khadafi. O The Guardian mostra bem isso assim como o The Telegraph: segundo estes jornais britânicos o primeiro-ministro considera que o Coronel Khadafi pode ser um alvo legítimo enquanto que Chefe do Estado-Maior, General ‘Sir’ David Richards diz que não.

Por outro lado os EUA querem entregar o comando das operações a outro país o mais rápido possível, algo que não será fácil. Até ao momento a NATO não conseguiu chegar a um acordo para assumir esse papel e a Turquia lidera o grupo que e contra qualquer tipo de intervenção por parte da NATO na Líbia.


Emad Hajjaj

Quem fez notícia com os ataques aéreos na Líbia foi Vladimir Putin que comparou a intervenção às cruzadas:

[…] Putin, in the first major remarks from a Russian leader since a coalition of Western countries began air strikes in Libya, said that Muammar Gaddafi’s government fell short of democracy but added that did not justify military intervention.

“The resolution is defective and flawed,” Putin told workers at a Russian ballistic missile factory. “It allows everything. It resembles medieval calls for crusades.” […]

As afirmações do Sr. Putin provocaram a reação imediata do Presidente Russo, Dmitri Medvedev, que considerou as afirmação do seu primeiro-ministro inaceitáveis. Sobre este confronto russo, uma surpreendida Miriam Elder escreve:

[…] So: wow. Medvedev just totally slammed Putin. Undoubtedly, he was upset that his prime minister spoke first about the situation in Libya (these were the first comments from Putin and Medvedev since the military intervention began on Friday). At the turn of the year, Medvedev publicly criticized Putin for speaking out in the case of jailed oligarch Mikhail Khodorkovsky, but today’s criticism felt stronger and more clear cut. Their positions actually clash (and nicely show the two strands of thought inside Russia on relations with the West). Some will argue this was their usual “good cop/bad cop” routine — one speaking to the domestic audience, one speaking to the outside world — but the ad hoc-iness of it all makes me suspicious about that. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: