Notas ao café…

Quem é Assad?

Posted in notas ao café by JN on Abril 20, 2011


Daryl Cagle, «MSNBC. com»

As forças de segurança sírias abriram fogo sobre uma manifestação na praça central de Homs, a terceira cidade do país. Na mesma altura, governo avisou que futuras manifestações poderiam sofrer iguais medidas dentro do estado de emergência que vigora no país. Os activistas reuniram-se para prestar homenagem ao 14 manifestantes que foram mortos no domingo. O funeral rapidamente se transformou numa manifestação política ao longo do dia com oa activistas a ocuparem a praça e a prometerem não a abandonar até que o Presidente Bashar al-Assad abandone o cargo.

A manifestação foi vista como uma rejeição ao discurso do Presidente na televisão onde este prometeu reformas no país incluindo o levantamento do estado de emergência em vigor na Síria desde 1963.

O Governo anunciou, entretanto, a aprovação de um projecto de lei que levanta o estado de emergência. Falta a assinatura do próprio Bashar (o Governo não tem quase poder), uma formalidade, já que o Executivo nunca teria votado estas mudanças sem as suas ordens. Outro projecto de lei votado já esta terça-feira e anunciado igualmente pela agência de notícias oficial Sana prevê a abolição do Tribunal de Segurança do Estado, onde são julgados os presos políticos.

Na Time, Rania Abouzeid interroga-se sobre quem é o verdadeiro Presidente Assad, um homem que sempre cultivou a imagem de um reformista mas cujo comportamento muitas vezes mostra exactamente o contrário:

[…] Assad has largely stayed out of the public eye during the crisis, recalling his father’s distant mien, an image at odds with his public persona as an everyman dining in Damascus’s restaurants with his young family and strolling through its souks. Mahjoub says its because Assad isn’t “a tactical, retail politician. He doesn’t like to talk to impress, he likes to talk to achieve.” Abdel-Nour has a different interpretation. Assad is the public face of the regime, he says, and the less people see of him now, the less likely they are to associate him with the unrest. “If Assad loses this image, the respect people still have for him, the regime is finished,” he says. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: